Institucional

A Codece é uma empresa pública, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho –

SEDET. Incorporou como uma sociedade de economia mista sob o controle acionário do Estado do Ceará, criada pela lei Nº 10.088, de 23 de maio de 1977, e constituído pela assembleia geral de 8 de novembro de 1977.

Suas finalidades estão, na origem de: planejar, implantar, manter e administrar áreas e distritos industriais no Estado, com o compromisso de assegurar o pleno funcionamento das indústrias instaladas. Hoje, a Codece se renova e, volta o olhar ao fomento de micro e pequenos negócios, ao segmento com grande peso na formação, dignidade e geração de emprego.

  • Áreas de atuação  

É um executor da Sedet, que cujo o trabalho é focado em micro e pequenos negócios, com atuação de desenvolvimento regional e interiorização de investimentos em diferentes regiões cearenses, gerando emprego, renda e oportunidades de crescimento nos municipios cearenses. Além disso, participou ativamento da implantação dos Distritos Industriais de Fortaleza, Sobral e Cariri, que é de grande importância para o Governo do Estado do Ceará.

  • Missão

Implementar a política de desenvolvimento dos setores econômicos do Ceará, por meio do apoio, assessoramento e oferta de infraestrutura ao segmento de micro e pequenas empresas, favorecendo e estimulando o surgimento, o desenvolvimento e a competitividade dos negócios.

 

  • Visão

Ser reconhecida como órgão governamental responsável pelo fomento e desenvolvimento de micro e pequenos negócios, estimulando as economias locais e regionais no estado do Ceará.

 

  • Projetos

Programa Distrito Empreendedor

 

Criado com o propósito de prover o crescimento da atividade econômica no interior do estado voltado ao pequeno negócio, e consequente melhoria da qualidade de vida da população, com geração de emprego e renda, o programa tem um projeto piloto implantado em Crateús.

 

 

Infraestrutura

O governo do estado, através da Codece, disponibiliza áreas adequadas às atividades produtivas em regime de Comodato. Levantamento de 2017mostrou mais de 17 mil empregados gerados somente a partir desta iniciativa.

 

Polo Multissetorial Metalmecânico

Em implantação na região do Vale do Jaguaribe, numa área de 85,9 hectares, o polo concentrará e impulsionará os serviços automotivos voltados à carga pesada e fabricação de peças, equipamentos, máquinas e ferramentas para a fruticultura, extrativismo, laticínio, apicultura e piscicultura etc.

 

Requalificação do DI-Cariri

A Codece executa a requalificação do Plano Diretor do DIC (Distrito Industrial do Cariri), como um olhar para o desenvolvimento do pequeno negócio. A iniciativa Contempla projetos de infraestrutura e a implantação de equipamentos públicos, quebrando o paradigma tradicional do Distrito como um novo mapeamento e relocalização das áreas.

 

  • Competências da Codece

  • Formular, implementar e avaliar a Política de Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará;

  • Promover a integração interinstitucional na execução da política de desenvolvimento econômico;

  • Acompanhar, elaborar estatísticas e indicadores econômicos nacionais e internacionais e seus reflexos na economia estadual;

  • Realizar articulação interinstitucional e intersetorial para melhoria do ambiente de negócios;

  • Promover ações estratégicas para atrair e apoiar novos negócios e iniciativas de investimentos;

  • Definir, acompanhar e avaliar políticas e programas de incentivo econômicos aos setores produtivos;

  • Fomentar o empreendedorismo por meio de incentivos econômicos, estruturais e gerenciais;

  • Acompanhar os acontecimentos macroeconômicos nacionais e internacionais e seus reflexos na economia estadual;

  • Definir, aprovar e acompanhar projetos de investimentos no setor de indústria, comércio, economia criativa, agronegócios empresariais de médio e grande porte;

  • Desenvolver e fomentar a promoção comercial de âmbito nacional e internacional;

  • Definir prioridades e critérios para concessão, alteração, prorrogação e extinção de incentivos fiscais, financeiros ou tributários do Estado;

  • Avaliar e monitorar a política de incentivos fiscais, financeiros ou tributários do Estado;

  • Promover a interiorização de políticas públicas voltadas ao fortalecimento de vocações locais na indústria, comércio e serviços, de forma a diminuir as desigualdades sociais e regionais;

  • Planejar e desenvolver programas de apoio e incentivos ao micro e pequeno empreendedor;

  • Apoiar a comercialização dos produtos das micros e pequenas empresas;

  • Monitorar o mercado de trabalho, subsidiando o governo e a sociedade na formulação de políticas econômicas;

  • Ampliar as oportunidades de acesso à geração de trabalho e renda por meio de programas de desenvolvimento dos setores econômicos;

  • Divulgar as potencialidades do Ceará nas esferas local, nacional e internacional;

  • Promover, integrar e executar ações que promovam a política e o fortalecimento dos Arranjos Produtivos Locais (APLs), em diversos setores produtivos;

  • Coordenar e supervisionar a gestão das entidades vinculadas, aprovando as políticas e diretrizes e definindo as respectivas estratégias de atuação;

  • Participar, por meio de seu dirigente, de reuniões de órgãos congêneres no âmbito regional e nacional;

  • Fomentar e desenvolver programas de apoio e incentivo às cooperativas e iniciativas de socioeconomia solidária;

  • Formular normas técnicas e os padrões de proteção, conservação e preservação das cadeias produtivas;

  • Estimular a formação, o fortalecimento e a consolidação das cadeias produtivas;

  • Ampliar as oportunidades de acesso à geração de trabalho e renda.